9:15

9:09

6:24

6:21

10:23

10:09

11:01

Já andei por aí e decorei alguns mapas. Já saí ora com o meu ego, ora com a minha falta de amor próprio. Acabei me confundindo em outros tempos, lugares e pessoas. Estive por um tempo em completa confusão, na minha cabeça tudo o que se ouvia era o som de uma chaleira fervendo. Tudo queimava: pele, garganta, coração, destino. E num desatino andei pelo mesmo espaço que você. Já fui tanto do mundo, você nem imagina o que a gente faz quando não sabe o que faz. Eu já fui tanta poesia de bueiro que nem sei como caí no seu terreno. Aconteceu… “Do bueiro ao jardim”. E o que eu ainda não tinha vivido era o título perfeito de um livro. Os outros são páginas, linhas, quem sabe um capítulo. Você é o título. Já andei muito, agora eu posso parar. Já vi o mundo, agora eu quero só te ver até depois que esta canção de amor na minha cabeça parar de tocar.

— Camila Costa. (via camilacosta)

10:57
Eu também tive meu coração machucado. Me dei mal, meu bem, ninguém escapa. Mas o bom disso tudo é que agora consigo abrir meu coração sem rodeios. Sim, amei sem limites. Dei meu coração de bandeja. Sonhei com casinhas, jardins e filhos lindos correndo atrás de mim. Mas tudo está bem agora, eu digo: agora. Houve uma mudança de planos e eu me sinto incrivelmente leve e feliz. Descobri tantas coisas. Existe tanta coisa mais importante nessa vida que sofrer por amor. Que viver um amor. Tantos amigos. Tantos lugares. Tantas frases e livros e sentidos. Tantas pessoas novas. Indo. Vindo. Tenho só um mundo pela frente. E olhe pra ele. Olhe o mundo! É tão pequeno diante de tudo o que sinto. Sofrer dói. Dói e não é pouco. Mas faz um bem danado depois que passa. Descobri, ou melhor, aceitei: eu nunca vou esquecer o amor da minha vida. Nunca. Mas agora, com sua licença. Não dá mais para ocupar o mesmo espaço. Meu tempo não se mede em relógios. E a vida lá fora, me chama.

Caio Fernando Abreu (via romantizei)

9:54
Ainda bem que agora encontrei você. Eu realmente não sei o que eu fiz pra merecer você. Porque ninguém dava nada por mim. Quem dava, eu não tava a fim. Até desacreditei de mim. O meu coração já estava acostumado com a solidão. Quem diria que a meu lado você iria ficar. Você veio pra ficar, você que me faz feliz, você que me faz cantar assim.

Marisa Monte (via palavrisses)

7:58
« back 1 23 4 5 next »